De 6 a 18 de novembro de 2022, a 27ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima – UNFCCC COP27 – apresentou ações sobre uma variedade de questões críticas para enfrentar a emergência climática, desde a redução urgente das emissões de gases de efeito estufa, construção de resiliência, e a adaptação aos impactos inevitáveis ​​da mudança climática, para cumprir os compromissos de financiamento da ação climática nos países em desenvolvimento.

Diante de uma crescente crise energética, concentrações recordes de gases de efeito estufa e aumento de eventos climáticos extremos, a COP27 buscou uma solidariedade renovada entre os países, para transformar as metas climáticas globais do Acordo de Paris em ações concretas, para as pessoas e para o planeta.

A pesquisa do Painel Internacional de Recursos (IRP) descobriu que o uso insustentável de recursos naturais, em particular por países de alta renda, está no centro da tripla crise planetária de mudança climática, perda de biodiversidade e poluição e desperdício. As soluções de eficiência de recursos e economia circular são, portanto, centrais para soluções para a tripla crise planetária. As metas climáticas não podem ser alcançadas sem ações urgentes para transformar a forma como usamos e gerenciamos os recursos naturais para proporcionar bem-estar.

Os copresidentes do IRP, Janez Potočnik e Izabella Teixeira, levaram esta mensagem à COP27 da UNFCCC em vários eventos paralelos.

 

Eventos paralelos co-organizados pelo IRP: 

“Sistemas em mudança - soluções de recursos para a estabilidade planetária”

Evento paralelo no UNFCCC Global Innovation Hub 
11 de novembro de 2022 | 14:00 GMT+2 

Descrição da sessão:  

Os atuais compromissos climáticos não serão suficientes para limitar o aquecimento abaixo de 1.5, ou mesmo 2 graus, acima dos níveis pré-industriais. A forma como extraímos, processamos, consumimos e descartamos recursos naturais é responsável por mais de 50% das emissões globais de GEE e contribui para 90% da perda de biodiversidade e 1/3 dos impactos à saúde relacionados à poluição. Guiados pela ciência, os países devem aumentar a ambição de suas políticas climáticas. Os tomadores de decisão devem buscar soluções de gestão de recursos naturais, especialmente aquelas que apoiem o consumo e a produção sustentáveis ​​e a economia circular, que abordam juntos vários aspectos das crises do planeta. 

Percepções científicas do Painel Internacional de Recursos sobre como o uso de recursos pode ser reduzido por meio do design de sistemas para minimizar a demanda inicial por produtos intensivos em recursos foram compartilhados e complementados por perspectivas políticas de um representante da presidência cessante do G20 da Indonésia, bem como de atores-chave neste espaço.

Veja a gravação completa do evento abaixo:

Palestrantes:  

Moderador: Massamba Thioye (Diretor, UNFCCC Global Innovation Hub)

Izabella Teixeira (Co-presidente, Painel Internacional de Recursos) 

Dr. Medrilzam (Diretor de Assuntos Ambientais, Ministério do Planejamento do Desenvolvimento Nacional, BAPPENAS, Governo da Indonésia)

Dennis Pamlin (Chefe/Conselheiro Sênior, Iniciativa de Inovação Net Zero da Mission Innovation)

Aline Mosnier (Diretora Científica, Consórcio de Alimentos, Agricultura, Biodiversidade, Uso da Terra e Energia (FABLE)) 

Maria Tsavachidis (CEO, EIT Mobilidade Urbana)

Ramona Liberoff (Diretor, Plataforma para Acelerar a Economia Circular (PACE))

 

“Além da descarbonização: enfrentando a tripla crise planetária por meio da redução do uso de recursos”

Evento paralelo de alto nível no pavilhão alemão 
17 de novembro de 2022 | 13:30 GMT+2 
  • Organizadores: Ministério Federal do Meio Ambiente, Proteção da Natureza, Segurança Nuclear e Defesa do Consumidor (BMUV); Painel Internacional de Recursos (IRP) 

  • Para mais informações, clique SUA PARTICIPAÇÃO FAZ A DIFERENÇA 

Descrição da sessão:  

A ciência é clara: o uso insustentável dos recursos naturais está impulsionando a tripla crise planetária de mudança climática, perda de biodiversidade e poluição. A transição para o uso sustentável – e, em última instância, reduzido – de recursos é um imperativo econômico, de segurança e resiliência. Neste evento, representantes das principais plataformas de política científica da ONU – IRP, IPCC e IPBES – subiram ao palco juntos pela primeira vez e destacaram o papel central do uso global de recursos para enfrentar a tríplice crise planetária, apontando possíveis soluções .

Veja a gravação completa do evento abaixo:

Palestrantes:  

Steffi Lemke (Ministro, Ministério Alemão do Meio Ambiente, Conservação da Natureza, Segurança Nuclear e Proteção ao Consumidor) 

Janez Potočnik (Co-presidente, Painel Internacional de Recursos)

Izabella Texeira (Co-presidente, Painel Internacional de Recursos)

Jim Skea (Professor de Energia Sustentável, Imperial College London e Co-Presidente do Grupo de Trabalho III do IPCC)

Giovanna Valverde (10YFP/One Planet Network Co-Chair e Representante Permanente no PNUMA e UN Habitat, Embaixada da Costa Rica no Quênia)

Josef Settele (Co-presidente da Avaliação Global do IPBES; Membro do Painel Multidisciplinar de Especialistas do IPBES; Autor do Relatório do Workshop co-patrocinado pelo IPBES-IPCC sobre Biodiversidade e Mudanças Climáticas; e Chefe do Departamento de Biologia da Conservação e Sistemas Sócio-ecológicos , Centro Helmholtz de Pesquisa Ambiental – UFZ)

 

Eventos com participação do IRP: 

“Sessão de alto nível sobre mudança de sistemas e inovações climáticas e de sustentabilidade”

Evento paralelo no UNFCCC Global Innovation Hub 
7 de novembro de 2022 | 12:00 GMT+2  
  • Organizador: UNFCCC Global Innovation Hub (UGIH) 

Descrição da sessão:  

Em consonância com os objetivos da UGIH, esta sessão de alto nível conduziu discussões sobre como a mentalidade lunar e o pensamento sistêmico podem servir a um clima expandido e a um espaço de inovação em sustentabilidade. Os painelistas compartilharam ideias, experiências e planos para ações futuras que podem contribuir para incentivar o desenvolvimento e implantação em escala de soluções climáticas e de sustentabilidade transformadoras e ambiciosas que estejam alinhadas com a meta de 1.5 grau e possam ajudar na entrega dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável .

Veja a gravação completa do evento abaixo:

Palestrantes:  

Comentários de boas-vindas

Massamba Thioye (Executivo de Projetos, Centro de Inovação Global de Mudanças Climáticas da ONU)

painel de discussão

Moderador: Kirsten Dunlop (CEO, Clima KIC)

Sandrine Dixson-Decléve (co-presidente, Clube de Roma)

Ibrahim Thiaw (Secretário Executivo, UNCCD)

Jeffrey Sachs (presidente e copresidente, Redes de Desenvolvimento de Soluções Sustentáveis)

Janez Potočnik (co-presidente do Painel Internacional de Recursos)

Andrew Steer (presidente e CEO, Bezos Earth Fund)

Fanglu Wang (Diretor Executivo, CITIC Capital

 

“Sessão de alto nível sobre bem-estar humano, mudanças climáticas, biodiversidade, regeneração de terras e preservação de recursos”

Evento paralelo no UNFCCC Global Innovation Hub 
11 de novembro de 2022 | 10:00 GMT+2  

Descrição da sessão:  

A sessão procurou explorar como garantir o bem-estar humano, incluindo a satisfação das principais necessidades humanas de nutrição e saúde, abrigo, acesso, lazer e vestuário, de acordo com os objetivos do clima e da sustentabilidade (incluindo as agendas de biodiversidade, regeneração da terra e preservação de recursos). . Em particular, explorou como as três convenções (mudança climática, biodiversidade e desertificação) podem contribuir para a satisfação das principais necessidades humanas de acordo com a agenda de clima e sustentabilidade.

Veja a gravação completa do evento abaixo:

Palestrantes:  

Painel de Discussão 

Moderador: Youssef Nasser (Diretor, Adaptação, Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima)

Andrea Meza (Secretária Executiva Adjunta, Convenção das Nações Unidas para o Combate à Desertificação (UNCCD))

Izabella Teixeira (Co-presidente, Painel de Recursos Internacionais)

Maria Virginia Vilariño (Autora principal do IPCC Sixth Assessment Report (AR6) on Climate Change Mitigation (Working Group III), Membro do Expert Peer Review Group (EPRG))

Manuel Otero (Secretário Executivo, Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura)

Dipa Bagai (Chefe de País, Programa da Índia, Conselho de Defesa dos Recursos Naturais)

Caroline Dumas (Enviada Especial da DG da OIM para Migração e Ação Climática)

 

“Princípios Circulares para a Neutralidade do Carbono – Acelerando a transição para uma economia circular por meio de liderança empresarial e parcerias"

Hside event de alto nível no Japanese Pavilhão 
17 de novembro de 2022 | 17:30 GMT+2 
  • Organizadores: Ministério do Meio Ambiente do Japão, Fórum Econômico Mundial 

Descrição da sessão:  

Com base na discussão na COP26, a sessão continuou a criar um impulso na transição para uma economia circular para alcançar a descarbonização, com foco na promoção de ações do setor privado e principais impulsionadores.  

Nesta sessão, o governo japonês e o Fórum Econômico Mundial reuniram os principais participantes dos setores público e privado para discutir os elementos cruciais para a transição circular e neutra em termos climáticos em toda a cadeia de valor e como dimensionar soluções de economia circular e eficiência de recursos. 

Gravação completa: em breve

Oradores (lista provisória):

Moderador: Kristin Hughes (Diretora Executiva de Circularidade de Recursos, Fórum Econômico Mundial)

Discurso de Abertura

Akihiro Nishimura (Ministro do Meio Ambiente, Japão)

Vivianne Heijnen (Ministra do Meio Ambiente, Holanda)

Grupo de Discussão do Painel

Wataru Baba (Sênior Fellow, Sustentabilidade e Clima, Grupo Panasonic)

Daisuke Kanazawa (Conselheiro do Gerente Geral, Divisão de Transformação Verde, Mitsubishi Chemical Group, Pesquisador Colaborativo, Center for Global Commons, Institute of Future Initiatives, University of Tokyo)

Andreas Follér (Diretor de Sustentabilidade, Scania CV AB)

Izabella Teixeira (Co-presidente, Painel Internacional de Recursos)

Nidhi Baiswar (Diretor de Sustentabilidade e Liderança Climática, JLL)